30 mai 2014
Carro-rally-dakar

Em 2014 o evento reuniu 431 competidores, dos quais 80% eram amadores.

A competição de automobilismo, antes conhecida como Rali Paris-Dakar, surgiu na África em 1979. No evento, realizado anualmente, motoristas profissionais e amadores de várias partes do mundo devem encarar o desafio de um percurso longo e cheio de dificuldades. No decorrer da história da prova, as distâncias variaram entre 8 mil e 515 mil quilômetros. O trajeto é percorrido em estágios e alguns deles são totalmente fora das estradas convencionais. A corrida se prolonga por dias e exige dos competidores muito mais resistência e planejamento do que velocidade, por isso é chamada de “rali-raid”.

Há quatro tipos de veículos que podem ser usados no Dakar: carros, caminhões, motos e quadriciclos. Todos são projetados para serem totalmente off-road, diferente dos carros usados em outros ralis, que convencionalmente são automóveis comuns (on-road) adaptados.

A edição de 2014

O Rally Dakar 2014 ocorreu entre os dias 5 e 18 de janeiro. Realizado pela 6ª vez consecutiva na América do Sul, o evento reuniu 431 competidores, dos quais 80% eram amadores. Apenas 204 participantes conseguiram terminar a prova.

A competição começou na cidade de Rosário, na Argentina, e terminou em Valparaiso, no Chile, com um dia de pausa na cidade argentina de Salta. No total, foram percorridos 9.374 quilômetros em 13 etapas.

O Dakar não é somente uma corrida. Um dos pontos fundamentais que orientam os organizadores é a solidariedade com a população dos países que recebem a prova. Na África, por exemplo, já houve ações de caridade com o programa S.O.S. Sahel. Em 2014, o foco das doações foi para a iniciativa “Um Techo Para Mi País”, que tem como objetivo a construção de casas para famílias desabrigadas na Argentina, Bolívia e Chile.

A premiação

Na categoria carros os vencedores foram o espanhol Nani Roma e o francês Michel Perin. Roma já havia vencido a disputa há 10 anos, mas, na categoria motos.

Entre os competidores na categoria quadriciclos, o vencedor foi o chileno Ignacio Casale, que conquistou seu lugar no pódio superando o polonês Rafal Sonik por somente 54 segundos de vantagem.

Já na categoria motos, o grande vencedor e agora tetracampeão foi o espanhol Marc Coma. Apesar de não ter chegado em primeiro lugar na última etapa, ele conquistou a vitória graças às boas colocações que atingiu ao longo de todas as fases do rali.

O russo Andrey Karginov e seus companheiros Andrey Mokeev e Igor Devyatkin foram os campeões na categoria caminhões, após a correção de um erro que havia dado a vitória ao holandês Gerard De Rooy.

Conheça o maior rally do mundo

 Créditos Youtube – Mitsubishi Petrobras

Deixe seu cometário

Cotação Online

1. Dados do Cliente

2. Origem e Destino

3. Tipo de Transporte

Por favor, selecione o tipo de veículo a ser transportado.

Tipo de veículo:

4. Dados do Veículo