Quais são os riscos de avarias em veículos no transporte com cegonha?

Transportar veículos é algo que não está na rotina dos consumidores brasileiros em geral, mas isso acontece, pois, a necessidade do transporte de carros ou motocicletas só aparece quando realmente é necessário.

Por exemplo, faz parte da rotina de quem possui carro ou moto realizar a lavagem, abastecimento, manutenção, pagamentos de impostos, entre outras coisas. Mas não faz parte do dia a dia, enviar seu carro para outras cidades ou estados. Então, quando o consumidor precisa mudar de cidade, viajar para lugares mais distantes ou até mesmo realizar compra e venda de veículos, a necessidade do transporte é iminente.

Um dos pontos que mais preocupa os proprietários é a questão de possíveis avarias causadas durante o trajeto ou carregamento. Como a maioria dos envios é realizado por caminhão-cegonha, há necessidade de precisão na hora do transporte, pois as avarias podem acontecer no embarque, desembarque e até mesmo devido a condições climáticas intensas.

Quem transporta com frequência como montadoras, locadoras e leiloeiros, sabe que o risco de avarias existe, mas quando uma empresa toma todos os cuidados devidos, as chances de quaisquer ocorrências são mínimas. Para se ter uma noção sobre o índice de sinistralidade, levantamos os dados da própria Nacional Transportes.

Em 11 anos, a Nacional enviou mais de 28 mil carros por todo o país e o volume de avarias é menor que 1%. A empresa conseguiu transformar esse cenário ao longo do tempo, quando consolidou áreas estratégicas como Sucesso do Cliente e Pós-Vendas, a fim de aumentar o controle de qualidade, agilidade no atendimento e diminuição de avarias e atrasos. As exigências com os caminhoneiros parceiros também é algo implantado e seguido à risca. Com mais de 10 mil profissionais cadastrados, a lista de itens de segurança é extensa e envolve desde regularização de documentos à conferência de extintores de incêndio. Em 2021, no período de janeiro a maio, foram transportados mais de 2.800 veículos. O volume de avarias causadas por fatores climáticos ou de carregamento foi de 121 ocorrências. Ou seja, um índice de 0,04%. Vale ressaltar que além de todas as precauções e vistoria, a Nacional oferece cobertura da seguradora Tokio Marine que cobre, furtos, roubos e avarias causadas pelo transporte. Também oferece pátio coberto nas bases próprias de São Paulo e Salvador, o que mantém ainda mais a integridade do bem do consumidor.

Nacional Transportes. Confiança como ponto de partida.