Transamazônica: a situação que nunca muda